segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

- És estranha...


Hoje, ao almoço, comecei a cantar do nada uma música de Expensive Soul, daquelas que ninguém conhece, como se nada fosse... Com gestos, com emoção. A desafinar a fundo. Completamente na palhaçada. Estava rodeada por pessoas do meu curso que já sabem do que a casa gasta... Esqueci-me completamente que ao meu lado tinha um rapaz que, apesar de ter algumas aulas connosco, é doutro curso e não está habituado. De repente, olhei para o lado, estava ele a olhar para mim, com um ar de "Esta rapariga passou-se!" e partiu-se a rir. Ora, eu também, claro... Até que ele me diz:
- Tu és engraçada, mas és estranha!
Se ele soubesse as quantidades de vezes que muita gente já fez questão de me dizer que eu sou estranha, não se dava ao trabalho. É que é mesmo... Já o ouvi umas quantas vezes na vida. E o melhor é que, se primeiro estranhei, depois entranhei. Sou estranha e gosto disso. Às vezes, é tão bom sentir que fujo ao comum e que sou o que sou à minha maneira, sem me preocupar com o facto de parecer "estranha". Sou mais livre assim... E mais feliz.

3 comentários:

Mary Jane disse...

Gosto TANTO! És estranha porque tens uma identidade própria que até através da escrita num blog é evidente e eu gosto MUITO disso.

i. disse...

Mary Jane, fiquei sem palavras :$ só te consigo agradecer. do fundo do coração*

Abby Richter disse...

é tão bom não ser 'vulgar' :p