quinta-feira, 22 de novembro de 2012

I miss home


Acho que ando com saudades de tudo o que representa a família e o Alentejo. Não vou a casa há imenso tempo e, agora que penso nisso, ainda não apanhei uma única vez a lareira acesa e os serões sentados lá sem dizer nada, mas a fazer qualquer coisa de útil para a sociedade. Ainda não comi as minhas belas migas e só provei a boa da açorda, porque a minha mãe veio a Lisboa e fez. Já para não falar do meu sentimento de protecção pelas pessoas que moram em minha casa... Preciso de ver com os meus próprios olhos que está tudo bem. Preciso do abraço apertado da minha mãe, da rabugice da minha avó que me adora e do meu avô a perguntar quando é que eu acabo de tirar a carta. Preciso dos meus primos mariolas, são os meus pequeninos, e dos meus tios em modo troll. E a família do lado do meu pai... Já tenho saudades, já. Acho que daqui a bocado vou fazer a mala (que preguiça)... Cansa-me imenso ir lá abaixo, e perco sempre imenso tempo de estudo e trabalho, mas tem que ser. I miss home.

2 comentários:

Hermione disse...

é normal sentires saudades de casa, devias ir mais vezes... eu quando estava em Portalegre só vinha de 15 em 15 dias e morria de saudades das conversas looongas com a minha mãe... aproveitas e levas o L. para namorarem à lareira ;)

i. disse...

Não posso :s Este semestre não tenho um horário compatível para poder ir a casa.. Quando vou, só estou tipo umas 28 horas lá, é mau. E tenho tido testes ao sábado.. É mesmo chato :/ E não me parece que o L. vá tão depressa. Arranjei um envergonhado! :x