quinta-feira, 22 de março de 2012

Eu não tinha feitio para isso


Para mim, dar aulas seria uma grande seca. Principalmente se der sempre a mesma coisa, aos mesmos anos. Repetir, repetir, repetir... E ainda repetir. E ter paciência para explicar de quantas maneiras diferentes forem necessárias, até que se perceba. Além de que aturar alunos nem sempre é fácil, mas adiante.
Eu achava que a minha ideia disto já não podia piorar, achava mesmo. Até que, esta semana, comecei a ter aulas de código. E, apenas em três aulas, dei por mim a pensar n vezes "Como é que estes pobrezinhos têm paciência para repetir isto infinitas vezes por mês, todos os meses?". Tanta monotonia junta, meu Deus! É que não há meeesmo mais nada para dizer sobre o assunto. É aquilo, sempre. Coitadinhos... Um Nobel da Paciência para eles, mesmo. So boring!

3 comentários:

ʝoana disse...

Se fizerem o que gostam...
Onde eu tirei a carta, o professor era polícia e adorava ensinar porque dizia sentir-se mais útil. ;)

м♥ disse...

eu também pensava isso quando ia Às aulas de código. ela já sabia tudo de cor e falava mesmo como quem está a debitar as coisas. mas acho que ela gosta do que faz, pelo menos parecia. há é que ter muita paciência, realmente.

morta de sono disse...

não podia concordar mais! :P