sexta-feira, 16 de março de 2012

Algo cabisbaixa


Apesar de tudo andar a correr dentro dos possíveis, tenho andado com a neura. Sei lá, há um sentimento de impotência que me consome e que me deixa insegura... Mas até tenho levantado a cabeça com dignidade todos os dias e sorrido para as pequenas e para as grandes coisas. Com algum sucesso, pensava eu.
Hoje, no final da última aula, um colega meu, com quem me dou bastante bem, mas de quem não sou muito próxima, abordou-me para me perguntar se estava tudo bem, porque parece que ando cabisbaixa. Quase que nem consegui sorrir, ao responder que estava tudo bem e que apenas me sinto cansada. Não está tudo bem, não... Mas também não sei bem o que é que está mal.
Apesar de tudo, o pensamento dominante continua a ser o de aproveitar as pequeninas coisas e de valorizar aquilo que tenho. E, quer acreditem, quer não, agradeço a vida que levo.

4 comentários:

Cat disse...

Claro que sim. i. Não é mito, temos mesmo de nos agarrar e valorizar as pequenas coisas que temos de bom :) Arrebita, cachopa! :) Bom fds *

Cat disse...

Claro que sim. i. Não é mito, temos mesmo de nos agarrar e valorizar as pequenas coisas que temos de bom :) Arrebita, cachopa! :) Bom fds *

Hermione disse...

é assim mesmo I, é assim é que é. o meu lema é sempre essa: dar valor! quanto ao resto, não penses demais. vive e sê feliz e aproveita essas borboletas na barriga :)

м♥ disse...

Por vezes também me sinto assim e nem sei dizer porquê. são fases. mas o importante é que continuas com vontade de aproveitar as pequenas coisas.